Meditar

Dezembro 4, 2017 Cláudia Inocêncio 0 Comments

Eu vejo a espiritualidade como um sentido de responsabilidade para conosco e para com os outros, e Meditar é no fundo isso, SER responsável.

E dentro desta espiritualidade cabe a FÉ, o AMOR e a ACEITAÇÃO, porque afinal Deus
está em todo lado e em todos nós,
basta para isso olharmos a vida com os olhos da Alma.
E até mesmo quando estamos magoados ou com medo, Deus continua lá.

“Então o que é ser Espiritual?”

Para mim, é viver o momento PRESENTE e saber aceita-lo.
Nos ultimos anos trabalho em mim o conceito do “VAZIO” e ele traz-me necessariamente para o presente, pois o passado não pode ser transformado e o Futuro onde tantas vezes pomos a nossa energia ainda não chegou.
Sim, para mim é importante meditar! E isso não me torna mais espiritual do que tu!
Apenas deixa o meu interior mais vazio, com mais espaço e mais arrumação.
Se arrumamos e limpamos a nossa casa porque nos faz sentir bem, porque não limpamos também o nosso espaço interior?
Esse é um compromisso que assumi comigo e que dalguma forma gostaria que também Tu assumisses contigo.

Ao inicio pode parecer dificil, mas faz do teu momento de meditação, o teu momento de OBSERVAÇÂO.

Se vives no presente, aceitas que tudo “tem uma ordem certa”, não implica porém que não tenhas objectivos e que não planeies parte deles,mas que deixes fluir.
Recordo sempre uma frase de Agostinho da Silva que tanto me inspira:
” Náo faças planos para a vida pois ela pode ter planos para ti”. Aquilo que sinto e que tantas vezes me deixa em reflexão é que o nosso Deus Interior sabe exactamente o que precisamos.
E por isso, é importante meditar, para que possas apagar as vozes da tua cabeça e ouvir a tua voz interior.
E isso te faça “Ser” Fé, Amor e Aceitação.
E neste mês dedicado a Família e as Crianças é tão importante olharmos para o “SER” em vez de “TER”. Isso não significa que não dês presentes, mas para além disso, olha para o “Ser” como um todo, de uma forma mais consciente.

Leave a Reply:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *